quinta-feira, 30 de agosto de 2012

O Jonas que vive em mim


Todas as vezes que Jonas é mencionado, 99.9% das pessoas dizem: ah o Jonas da baleia. Sim, o Jonas que ficou nas entranhas gosmentas de um grande peixe que sugeriram ser uma baleia assim como o fruto que Eva mordeu supostamente seria uma maçã.
Ah, Jonas também é conhecido como o teimoso que não ouviu a Deus e acabou fazendo mal até aos ímpios que adoravam outros deuses e estavam no mesmo barco que ele.
Você conhece aquela expressão: Pára tudo que eu quero descer? Pois é, Deus literalmente moveu céus e mares para colocar Jonas em seus trilhos novamente – desconstruí-lo para assim ele fazer a obra de Deus.
Jonas não era um rebelde ou um crente meia boca que estava em cima do muro brincando com Deus e só o chamando quando precisava – pelo contrário, Jonas era servo e temente a Deus e só negou a ordem expressa de Deus para ir para Nínive por puro MEDO.
Deus ordenou que Jonas fosse para Nínive, uma grande e rebelde cidade que estava prestes a ser castigada por Deus. Além de Jonas não querer enfrentar um povo que despertara a ira de Deus, sua família também tinha um passado sofrido com os Ninivitas. Jonas não titubeou e pegou o 1º barco para Társis – abrasileirando a história: Deus mandou Jonas para o Rio Grande do Sul e ele foi para o Amapá.
Durante sua fuga atribulada Jonas foi parar dentro das entranhas de 1 grande peixe e lá ficou por 3 dias completos até ser vomitado pelo animal.
Imagine ficar 72 horas dentro de um local escuro, cheio de água e com um cheiro insuportável (projete em sua mente algo que você não suporta o cheiro) – praticamente um esgoto, e pior com aquele movimento nauseante de maré.
Jonas precisou ser torturado física e psicologicamente para se render e orar pedindo perdão a Deus e fazer um voto com ele.
E assim ele foi vomitado por aquele animal e então foi para Nínive cumprir sua missão. Aquele povo o ouviu e tiveram seus corações convertidos a Deus.
Jonas ali permaneceu até que um dia estava andando sob muito sol e acabou desmaiando depois de ter tido sua cabeça lesada. Ele não pensou 2 vezes antes de dizer: “Prefiro morrer do que viver”. Deus então fez uma planta crescer para fazer sombra a Jonas que ficou muito contente o agradeceu.
No dia seguinte Deus enviou uma larva que devorou aquela planta deixando Jonas desprotegido. Jonas então lamentou a Deus pela morte da planta e por conseqüência ter de ficar novamente embaixo de sol escaldante.
Deus então disse: “Tiveste tu compaixão da aboboreira, na qual não trabalhaste, nem a fizeste crescer, que numa noite nasceu, e numa noite pereceu;
E não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive em que estão mais de cento e vinte mil homens que não sabem discernir entre a sua mão direita e a sua mão esquerda, e também muitos animais?     Jonas 4:10-11

Para refletir:
Você já deixou de fazer algo para Deus por medo?
Sua omissão afetou outros ao seu redor?
Deus já te mandou falar do evangelho para pessoas que negam a ele ?
Em algum momento sua teimosia fez Deus te laçar pela ‘dor’?
Você precisou praticamente ser vomitado para voltar aos trilhos com Deus?
Você já fez algo que Deus queria, mas achava que as pessoas alcançadas não eram merecedoras do amor de Deus?
Você já amou mais a bênção do que o abençoador e seus irmãos?


Artigo cristão escrito por Carla Stracke


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Erick Haendel - Bote Féé 2010 - 2012 -