Reflita

AVIVA, SENHOR, A TUA OBRA EM MINHA VIDA

20:08,0 Comments

"Tenho ouvido, ó Senhor as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia” Habacuque 3:2

Não são poucas as pessoas que já desfrutaram tempos melhores em sua caminhada com Deus. Tempos em que havia no coração uma fome muito grande pela Palavra do Senhor; tempos
 em que a oração era uma necessidade premente da alma; tempos em que o culto público era a grande expectativa da semana; tempos em que o louvor era algo que fluía naturalmente do coração; tempos em que lágrimas rolavam dos olhos por ser impactado com a pregação da Palavra; tempos em que desenvolver algum trabalho na igreja era um grande privilégio; tempo em que a e  trega do dízimo era feita com fidelidade e alegria; tempos em que o reencontro com os irmãos era uma grande festa; tempos em que ir para os retiros e acampamentos, mesmo em locais sem uma boa infra-estrutura, eram programações absolutamente imperdíveis; tempos em que participar dos cultos de oração na igreja era uma prioridade básica.


Esses eram tempos inesquecíveis. Tempos marcados pela presença inconfundível de Deus na vida de cada irmão; tempos em que a comunhão dos santos era uma realidade e não um ideal; tempos em que víamos pecadores se entregando a Cristo e tendo as suas vidas completamente transformadas; tempos em que falávamos de Jesus com muita naturalidade; tempos em que cuidávamos melhor do nosso testemunho cristão; tempos em que perdoávamos com mais facilidade; tempos em que havia mais ternura em nossas palavras, mais brilho em nossos olhos e mais generosidade em nossas mãos.
Que tempos eram esses uma vez que Deus não mudou? Esse era um tempo onde o Senhor era o centro das nossas vidas e do nosso culto, onde a obediência à sua Palavra era um fator inegociável, onde o pecado era um acidente e não uma prática constante em nossas vidas.
O profeta Habacuque orou no seu tempo rogando ao Senhor por avivamento, por um mover de Deus no meio do seu povo, um povo que estava descaracterizado como povo da aliança, como povo de Deus. Ele sabia que houve um tempo em que tudo era muito diferente no meio do povo de Israel. Ele orava por restauração.
Precisamos orar cantando a canção que diz: “a começar em mim quebra corações”. Orar por avivamento só tem valor se houver em nós o desejo sincero de sermos transformados e usados por Deus. Voltar no tempo, não podemos mais, mas voltar a viver as mesmas alegrias e verdades que deram sentido às nossas vidas, isso sim. Portanto clamemos: Aviva, Senhor, a tua obra em nossas vidas!
Meu amado e minha amada, Deus tem muito a fazer em tua vida e através de ti. Não te acomodes com a frieza ou a indiferença espiritual, clame a Deus e peça a Ele que renove as tuas forças e te dê um novo ânimo para caminhar. Esse poderá ser um novo tempo em tua vida, tempo em que a glória de Deus se manifeste em teu viver.

You Might Also Like

0 comentários: