domingo, 3 de fevereiro de 2013

DEUS É AQUELE QUE RESGATA O SEU POVO



“ Portanto, dize aos filhos de Israel: eu sou o Senhor, e vos tirarei de debaixo das cargas do Egito, e vos livrarei da sua servidão, e vos resgatarei com braço estendido e com grandes manifestações de julgamento.” Êxodo 6:6

Consultando os dicionários da língua portuguesa descobriremos que a palavra “resgatar” significa, dentre outras coisas: pagar dívida, ficar quite, livrar de cativeiro, remir, ou mesmo, obter por dinheiro a restituição.
O termo empregado no
 livro bíblico de Êxodo literalmente significa comprar de volta a propriedade de um parente. Esta palavra é usada para expressar a ação de Deus ao resgatar do sofrimento do cativeiro pessoas com quem Ele estabeleceu uma aliança eterna. Ela também nos remete à obra de Cristo na cruz do Calvário resgatando vidas da morte espiritual e conduzindo-as a uma comunhão verdadeira e abençoada com Deus.
A palavra “resgate” implica em retomada de uma propriedade mediante pagamento. Isto nos leva exatamente ao eterno plano divino em reaver aquilo, ou melhor, as vidas que lhe pertencem. Para tanto, um alto preço foi pago: o sangue do Cordeiro.
Quando olhamos para um passado mais distante, lembramos da inesquecível libertação do povo de Israel da escravidão do Egito. Aquele foi um dia memorável, um dia em que Deus, com seu braço forte, não somente arrancou o seu povo do cativeiro, mas apontou-lhes o caminho da terra prometida.
Deus continua operando em nossos dias, resgatando aqueles que estão presos pelas cadeias do inimigo ou que estão cativos pelos prazeres de uma vida desregrada; pessoas que confundem liberdade com libertinagem; homens e mulheres que se entregam àquilo que não lhes oferece nenhuma garantia de felicidade duradoura; jovens e adultos que perderam o senso crítico ou a capacidade de fazer uma leitura consistente da realidade em que estão inseridos; pessoas que se tornaram presas dos seus próprios corações que as iludem com promessas de contentamento e autonomia.
O resgate divino sempre chega à vida daqueles com quem o Senhor estabeleceu uma aliança. Assim como o faraó do Egito não ficou com nenhum israelita, Satanás não terá sob o seu controle nenhum daqueles que pertencem ao Senhor por direito de criação e de restauração. Deus é fiel e honrará sempre o seu nome, por esta causa jamais abandonará aos seus amados. Ele, por certo, colocará de pé aqueles que estão caídos, lavará aqueles que estão mergulhados no lamaçal do pecado ou mesmo aqueles que estão abatidos pela força das adversidades. Creia nisso e desfrute da liberdade que só o Senhor pode dar.
Rev. Antonio Fontes Martins de Sousa


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Erick Haendel - Bote Féé 2010 - 2012 -